Lipoaspiração e Lipoescultura

A lipoaspiração tem por objetivo a retirada do excesso de gordura localizada na região dos flancos, abdômen, braços, costas, faces internas das coxas, entre outros locais. Já a lipoescultura combina a lipoaspiração com o enxerto da gordura, devidamente preparada, melhorando o contorno corporal e sua forma. Esta técnica  tem como objetivo melhorar o contorno corporal e remodelar a silhueta em regiões que precisam de preenchimento. 
 

Sobre o procedimento

A lipoaspiração não se limita apenas à região abdominal, ela pode ser feita em outras regiões do corpo que possuam tecido adiposo excessivo como coxas, braços, culote, dorso alto e baixo, cintura e até joelhos. São utilizadas substâncias para constrição dos vasos sanguíneos e soro fisiológico para facilitar o acesso à gordura, em seguida são realizadas incisões para inserção das cânulas responsáveis pela sucção do tecido gorduroso, finalizado o procedimento é realizado o fechado das incisões com pontos. 

A lipoescultura é um procedimento que pode ser associado à lipoaspiração, já que os excessos de gordura retirados podem ser enxertados em outras regiões do corpo, geralmente é destinada ao aumento do glúteo, mas também são comuns em outras regiões com depressões cutâneas, no rosto, ou em regiões alteradas por outras cirurgias e até mesmo nos lábios. Esta gordura passa por um processo de decantação por centrífuga antes de ser implantado novamente no organismo, assim é possível separar líquidos e outras substâncias que não precisam ser enxertadas. 
 
TEMPO DE INTERVENÇÃO

2 a 3 horas

ANESTESIA

Geral ou Peridural com Sedação

HOSPITALIZAÇÃO

12 a 24 horas

RECUPERAÇÃO

10 a 15 dias

EFEITOS

2 semanas

RESULTADOS

Duradouros

Ainda tem dúvidas?

Envie suas perguntas para o Dr. Gilberto Cardoso

Nome E-mail Telefone Observações

Custos Incluídos no tratamento 

  • Cirurgia 
  • Anestesia
  • Revisões


 Resultados Esperados e Riscos

Os resultados são percebidos após alguns dias sequentes à intervenção cirúrgica, com a diminuição dos inchaços, acoplagem da pele à camada de músculos no espaço onde estava localizada a gordura e o desaparecimento de hematomas.  Quanto aos riscos, existem em todas as cirurgias, sendo surgimento de seromas, problemas de cicatrização, infecções, trombose e alteração de sensibilidade nas regiões operadas. 


A intervenção

Os pontos são retirados entre 5 a 7 dias. No caso  da lipoaspiração pode ser feita de duas maneiras, lipoaspiração vibratória ou a laser. A lipoaspiração vibratória ou tradicional, o médico insere a cânula vibratória através das incisões na pele do paciente e realiza movimentos com a própria força para quebrar as camadas de gordura e iniciar a sucção. No caso da Lipoaspiração a laser, um cabo de fibra ótica localiza as células de gordura e quebra sua membrana, assim as células se dissolvem e a sucção é feita de forma menos traumática e sem prejudicar outros tecidos. 


Cuidados

Lidar com inchaços, hematomas e dores (facilmente controladas com analgésicos prescritos) é uma realidade de quem passa por procedimentos como esses. Ainda assim, o pós-operatório tanto da lipoaspiração quanto da lipoescultura são tranquilos, envolvendo cuidados como:
  • Uso de cintas compressivas modeladoras durante o primeiro mês, ela só deve ser retirada para tomar banho. E no segundo mês por pelo menos 12 horas diárias. 
  • Repouso relativo nos primeiros dias.
  • Drenagens linfáticas para a eliminação e prevenção de acúmulo de líquidos, em alguns casos pode ser necessário o uso de drenos para evitar a formação de seromas. 
  • É importante ingerir líquidos constantemente e realizar leves caminhadas pela casa para evitar formação de coágulos e até mesmo trombose devido ao longo período de repouso. 
  • Evitar exposição solar na região operada pois pode prejudicar a cicatrização e causar manchas.  
  • Geralmente, entre 7 e 14 dias, as atividades poderão ser retomadas. Os exercícios físicos poderão levar mais tempo para serem liberados, durante os primeiros meses é preciso evitar atividades mais pesadas.
  • Quando associada a outros procedimentos, como a abdominoplastia, por exemplo, o tempo de recuperação poderá ser maior.
  • É importante que o paciente adote hábitos alimentares saudáveis e a prática de exercícios físicos à sua rotina para que a os resultados da cirurgia sejam duradouros. 
TEM ALGUMA DÚVIDA?

Perguntas frequentes

Em quais partes do corpo é possível fazer Lipoescultura?
 Pode-se realizar lipoaspiração de qualquer parte do corpo onde haja excesso de gordura. As exceções são a face, as articulações e as regiões abaixo dos joelhos. As regiões mais comuns são o abdômen, o dorso (costas) e os flancos.
Quais complicações podem ocorrer durante o procedimento?
As complicações mais comuns são seroma excessivo (acúmulo de líquido)- que pode ser prevenido com a utilização de drenos, hematomas, irregularidades e assimetrias. Complicações sérias que colocam a vida em risco são raras, mas existem, por isso é importante procurar um médico regularizado para realizar o procedimento.
Qual a diferença entre Lipoaspiração e Lipoescultura?
Na lipoaspiração, apenas retira-se a gordura de um determinado local do corpo. Na lipoescultura, o médico usa a mesma gordura retirada na lipoaspiração e a enxerta em outro lugar que o paciente deseja remodelar ou preencher, melhorando forma e contorno assim como depressões geradas por traumas ou acidentes. 
É possível eliminar quantos quilos com a Lipoaspiração?
A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica recomenda a retirada de no máximo 7% do peso corporal. Entretanto, é bom enfatizar que o objetivo da lipo não é o emagrecimento. A Lipoaspiração não deve ser uma alternativa à obesidade.
 
VER TODAS AS DÚVIDAS