Prótese de Silicone

A cirurgia de implante de silicone visa aumentar o volume da mama, corrigir assimetrias e levantar os seios com leve queda. Podendo ser indicada para mulheres que procuram a reconstrução da mama após cirurgias oncológicas, sendo responsável por devolver a autoestima feminina e a qualidade de vida da mulher. 
 

Sobre o procedimento

A cirurgia de prótese mamária é realizada com a adição de uma prótese de silicone para aumentar, corrigir ou devolver o volume dos seios. O implante mamário moderno não causa câncer e não impede exames clínicos ou radiológicos como ultrassom das mamas. 

As próteses modernas possuem várias camadas de revestimento e utilizam gel de silicone coeso, o conteúdo não vaza mesmo que a prótese seja rompida e não causa contaminação ao organismo. O material de silicone é inerte e não é prejudicial à saúde, pois não reage com outras substâncias do organismo. A cirurgia de prótese de silicone não interfere na fisiologia da mama, portanto, é possível amamentar normalmente. 

A anatomia das mamas femininas podem ser afetadas por diversos fatores como distúrbios hormonais, gravidez ou ganho e perda de peso. A adição de prótese de silicone pode garantir a melhoria estética e a harmonização das mamas com o tamanho do corpo feminino. 
 
TEMPO DE INTERVENÇÃO

1 a 2 horas

ANESTESIA

Peridural com sedação ou Geral

HOSPITALIZAÇÃO

12 a 24 horas

RECUPERAÇÃO

1 a 2 semanas

EFEITOS

Imediatos

RESULTADOS

Duradouros

Ainda tem dúvidas?

Envie suas perguntas para o Dr. Gilberto Cardoso

Nome E-mail Telefone Observações

Custos Incluídos no tratamento 

  • Cirurgia 
  • Anestesia
  • Revisões


Resultados Esperados e Riscos 

Os resultados do aumento dos seios podem ser vistos nos próximos dias suscetivos à cirurgia. Os riscos da cirurgia podem incluir contratura capsular, perda de sensibilidade, inchaço, infecção do tecido ao redor do implante, febre, mal-estar geral, enrugamento da pele na prótese, ruptura do implante, seroma e deslocamento da prótese. Porém, não há riscos quanto ao rompimento da prótese, já que seu material não vazará da cápsula e não é reagente com outras substâncias do organismo. 


Intervenção

As mamas estão localizadas em cima dos músculos peitorais da mulher. São divididas em dois componentes: o estrutural e o epitelial. O estrutural envolve o tecido gorduroso e os ligamentos, já o componente epitelial é o sistema que produz leite e é formado pelas glândulas mamárias e ductos. 

É realizada uma incisão de 3 a 5 centímetros, geralmente inframamária ou no sulco da mama - na região inferior da mama, na qual a cicatriz ficará mais escondida. A prótese de silicone é encaixada abaixo da estrutura mamária. Poderá ser colocada via submuscular (abaixo do músculo peitoral), ou via subglandular, entre o músculo e a glândula mamária. A técnica escolhida dependerá das características anatômicas de cada paciente. 


Cuidados

  • Os cuidados envolvidos no pós-operatório de uma mamoplastia de aumento se assemelham com qualquer outro procedimento realizado na região das mamas.
  • É preciso se programar para um afastamento das atividades diárias, por pelo menos 5 dias, durante o período de recuperação.
  •  A paciente que se submete a essa cirurgia precisará guardar repouso relativo e evitar esforços físicos que exijam levantar os braços, além, é claro, do uso do sutiã modelador.
  • O uso de analgésicos e anti-inflamatórios geralmente é prescrito pelo cirurgião, para evitar dores, inflamações e infecções advindas do procedimento cirúrgico.
  • O paciente deve evitar dormir sobre os seios. 
  • Evitar exposição solar 
  • Suspender a prática de exercícios físicos durante o período de recuperação.
TEM ALGUMA DÚVIDA?

Perguntas frequentes

Como escolher se a prótese será por cima ou por baixo do músculo?
Atualmente a melhor conduta para a colocação de implantes de silicone em um paciente que possui uma anatomia adequada, é posicionar a prótese por cima das fibras do músculo, porém não abaixo da glândula. Existem casos onde não há tecido mamário suficiente, então a melhor indicação seria posicionar a prótese por baixo do músculo para que haja uma boa cobertura da prótese.

 
Esta cirurgia deixa cicatrizes visíveis?
Sim, a partir do momento em que se faz um corte ou incisão na pele, haverá uma cicatriz. No entanto, existem medidas a serem tomadas, depois da cirurgia, para torná-las menos perceptíveis. A cicatriz para colocação de prótese de silicone depende da indicação do médico alinhado com as expectativas do paciente, que pode ser em volta da aréola, ou então em formato de "T invertido", que se estende da aréola até sulco inframamário. Existem medidas utilizadas para minimizar as cicatrizes, aplicando curativos específicos para a diminuição até que estejam imperceptíveis.
O que significa contratura capsular?
A contratura capsular é uma reação do corpo humano, onde o organismo detecta algum corpo estranho e a sua reação natural é tentar expulsá-lo ou absorvê-lo. Neste caso, o corpo cria uma película em torno do implante, que é chamada de cápsula. Em um número pequeno de pacientes, essa cápsula começa a se contrair e apertar a prótese, levando à mudança de formato e ocasionando dores. Recomenda-se então, a troca da prótese. 
 
Qual a melhor prótese para os seios?
Existem diversos tipos de próteses de silicone porém não existe uma que seja melhor em geral. Neste caso, para cada objetivo vale a pena escolher uma que seja a mais indicada para o tipo de resultado desejado, porém também pode ser escolhida devido à preferência do cirurgião.
É preciso realizar a troca de prótese futuramente?
As próteses colocadas antigamente mostravam rupturas espontâneas com mais de 10 anos de uso, dessa forma, era realmente indicada a troca a cada 8 anos para que isso não ocorresse. As próteses utilizadas atualmente possuem uma tecnologia diferenciada, melhor qualidade e prometem que não há mais a necessidade dessa troca agendada, porém, como ainda não se passou o período médio de duração das próteses antigas, ainda é apenas uma hipótese. Contudo, podem ocorrer situações pontuais que podem levar à troca da prótese, como por exemplo a contratura capsular.
VER TODAS AS DÚVIDAS